Importância do exercício físico no tratamento do diabetes

Importância do exercício físico no tratamento do diabetes

O diabetes é uma doença crônica que tem como fatores de risco para o seu desenvolvimento o sedentarismo, a alimentação inadequada, a obesidade e também características genéticas. Desses fatores de risco, o único que não podemos controlar são as características genéticas. Sedentarismo, alimentação e obesidade são fatores modificáveis e que dependem muito de alterações em nossa rotina diária. Uma dessas mudanças diz respeito ao exercício físico.

Como funciona o mecanismo do diabetes em nosso organismo

Temos 4 elementos básicos nesse processo, o pâncreas, a insulina, a glicose e as células. O pâncreas produz a insulina que se une à glicose transportando-a para dentro das células  fornecendo a energia necessária ao organismo.

Quando o pâncreas não produz ou produz de forma insuficiente a insulina, ocorre o diabetes tipo 1, também chamado de diabetes insulino-dependente, pois a pessoa necessitará receber esse hormônio. Lembrando que a glicose precisa da insulina para entrar nas células.

No diabetes tipo 2, o pâncreas produz insulina, a insulina se une à glicose, porém os receptores celulares de insulina são resistentes a ela, consequentemente há um aumento dos níveis de glicose no sangue.

Importância do exercício físico no tratamento do diabetes

a-importancia-do-exercicio-fisico-no-tratamento-do-diabetes-2     O exercício físico auxilia no controle do diabetes pois a exigência de glicose durante uma atividade física é maior, assim como o exercício torna os receptores celulares de insulina menos resistentes, facilitando dessa maneira, o transporte da glicose para o interior das células, gerando energia para a musculatura. Como consequência desse processo, a taxa de glicose sanguínea diminui.

O exercício físico aliado a uma alimentação adequada é medicina preventiva, mas depois da doença já instalada, é parte fundamental do tratamento, pois:

  • controla o nível de glicose no sangue
  • controla o peso corporal (obesidade é um fator de risco)
  • diminui o uso de medicamentos
  • diminui o risco de doenças cardíacas

É importante para o diabético, antes de iniciar uma atividade física mais intensa, fazer uma avaliação médica citando a atividade física escolhida para a prática e posteriormente a orientação de um profissional de educação física habilitado.

Cadastre-se para receber dicas sobre saúde e exercícios físicos.

Deixe um comentário